segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Missão da ONU investigará denúncias de abuso na Costa do Marfim

Por Louis Charbonneau

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - Missão de paz da das Nações Unidas foi instruída a visitar e registrar quaisquer denúncias de abuso aos direitos humanos que tenham ocorrido na Costa do Marfim, informou a Organização Nações Unidas (ONU).

O país mergulhou uma grave crise depois que o presidente Laurent Gbagbo recusou-se a deixar o cargo após eleições realizadas em novembro, gerando uma onda de violência em toda a nação ainda dividido depois da guerra civil em 2002 e 2003.

A comissão eleitoral, composta por líderes globais e pela Assembleia Geral da ONU, reconheceu a vitória do rival deGbagbo, Alassane Ouattara.

"A Secretaria-Geral disse que o presidente Ouattara foi alertado por denúncias de chocantes violações aos direitos humanos", disse o porta-voz da ONU Martin Nesirky em comunicado, referindo-se à conversa por telefone do chefe da ONU Ban Ki-moon e Ouattara no sábado.

A missão de paz da ONU na Costa do Marfim, conhecida como Unoci, disse no mês passado que forças pró-Gbagbo estão bloqueando o acesso a áreas próximas a Abidjan, onde podem estar sepultadas vítimas da violência.

"Ele (Ban) disse que a UNOCI foi instruída a fazer todo o possível para conseguir acesso às áreas afetadas tanto para prevenir como investigar e registrar a violência para que os responsáveis sejam controlados", disse Nesirky.

Sem comentários:

Enviar um comentário