quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Petróleo sobe e negoceia próximo de máximos de 26 meses

Matéria-prima continua a negociar perto do valor mais elevado de mais de dois anos, num dia em que se prevê que os EUA revelem uma quebra das reservas de petróleo.O West Texas Intermediate (WTI) avança 0,29% para 91,38 dólares por barril e o Brent, transaccionado em Londres e que serve de referência para Portugal, sobe 0,30% para 94,42 dólares.

A subida dos preços da matéria-prima está a expectativa de que hoje o Departamento de Energia norte-americano revele que as reservas de petróleo do país caíram 2,85 milhões de barris na semana passada. Esta é a estimativa média dos analistas consultados pela Bloomberg.

Já as reservas de gasolina devem ter aumentado, com as estimativas a apontarem para um acréscimo de 1,5 milhões de barris.

Os inventários de destilados, que incluem o gasóleo para aquecimento e rodoviário, terão caíram em 625 mil barris.

Os dados serão conhecidos por voltas das 16h, hora de Lisboa.

http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=460689

Sem comentários:

Enviar um comentário