sábado, 11 de outubro de 2008




Vice-ministros foram nomeados
O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, indigitou ontem os novos vice-ministros para o Governo de Angola. Segundo uma nota dos Serviços de Apoio ao Presidente da República, foram indigitados, no total, 52 vice-ministros, sendo nove senhoras. O Ministério do Interior é o que mais vice-ministros tem, com quatro, seguido dos ministérios das Telecomunicações e Tecnologias da Informação, Agricultura e Defesa, ambos com três cada um. Com dois vice estão os ministérios da Administração do Território, Planeamento, Comércio, Finanças, Pescas, Petróleos, Ambiente, Obras Públicas, Saúde, Educação, Cultura, Assistência e Reinserção Social, Juventude e Desportos.Dos novos nomeados, aparecem Luís Kandjimbo e Cornélio Kaley, no Ministério da Cultura, e Syanga Abílio, que agora ocupa o cargo de vice-ministro do Ambiente. O então director Nacional do Comércio, Gomes Cardoso, foi indigitado para vice-ministro do Comércio. José Amaro Tati, que foi governador da província do Bié, vai para vice-ministro da Agricultura.Lista completa dos vice-ministrosVice-ministros da Defesa Nacional - Cândido Pereira dos Santos Van-Dúnem - Agostinho Fernandes Nelumba - Gaspar Rufino dos Santos Vice-ministros do Interior - Sebastião José António Martins - Ângelo de Barros Veiga Tavares - Eduardo de Almeida Ferreira Martins - José Bamoquina Zau Vice-ministro das Relações Exteriores - Georges Rebelo Chicoty Vice-ministro da Economia - Job Graça Vice-ministros da Administração do Território - Edeltrude Maurício Fernandes Gaspar da Costa - Graciano Francisco Domingos Vice-ministro da Administração Pública, Emprego e Segurança Social - Sebastião Constantino Luquinda Vice-ministro da Justiça - João Alves Monteiro Vice-ministros do Planeamento - Carlos Alberto Lopes - Pedro Luís da Fonseca Vice-ministros das Finanças - Valentina Filipe - Manuel da Cruz Neto Vice-ministro do Comércio - Gomes Cardoso Vice-ministro da Hotelaria e Turismo - Paulino Baptista Vice-ministros da Agricultura - Zacarias Sambeni - André de Jesus Moda- José Amaro TatiVice-ministros das Pescas - Vitória Francisco Lopes Cristóvão de Barros Neto- Guido Valdemar da Silva CristóvãoVice-ministro da Indústria - Abraão Gourgel Vice-ministros dos Petróleos - Aníbal Octávio Teixeira da Silva - José Gualter dos Remédios InocêncioVice-ministro da Geologia e Minas - Lourenço Mahamba BaptistaVice-ministros do Ambiente - Luís de Assunção Pedro da Mota Liz - Syanga Abílio Vice-ministro da Ciência e Tecnologia - Orlando José da MataVice-ministro do Urbanismo e Habitação - José Manuel dos Santos FerreiraVice-ministros das Obras Públicas - José Joanes André - Manuela Bezerra Vice-ministra dos Transportes - Carla Leitão Ribeiro de SousaVice-ministro da Energia - João Baptista Borges Vice-ministros das Telecomunicações e Tecnologias da Informação - Ana Maria Ribeiro Agostinho Guimarães - Pedro Sebastião Teta - Aristides Frederico Safeca Vice-ministros da Saúde - Evelize Joaquina da Cruz Frestas - Carlos Alberto Masseca Vice-ministros da Educação - Pinda Simão - Narciso Damásio dos Santos Benedito Vice-ministros da Cultura- Cornélio Caley - Luís Kandjimbo Vice-ministros da Assistência e Reinserção Social - Mateus Miguel Ângelo - Maria da Luz do Rosário Cirilo de Sá Magalhães Vice-ministra da Família e Promoção da Mulher - Ana Paula da Silva do Sacramento Neto Vice-ministro dos Antigos Combatentese Veteranos de Guerra - Clemente Cunjuca Vice-ministros da Juventude e Desportos - Albino José da Conceição - Yaba Alberto Vice-ministro da Comunicação Social - Manuel Miguel de Carvalho

3 comentários:

  1. MESMO COM ESTA SELEÇÃO DE GENTES NUNCA IRÃO CONCEGUIR RESOLVER OS PROBLEMAS DA UMANIDADE.

    ResponderEliminar
  2. espero que haja exito,e qualidade no trabalho em foram encombidos os senhores vices ministros indigitados plo camarada presidente da república

    ResponderEliminar
  3. trabalhar em prol do povo angolano, porque é um povo merecedor,paciente,e revolucionário queremos sempre paz,amor e principalmente a justiça, por causa daqueles que interpretam mal os cargo que execem, esquece-se do povo e se preucupam a encher os seus bolsos

    ResponderEliminar